01 agosto, 2012

...


Acho que a silly season está dentro da minha cabeça. Não tenho conseguido escrever muito. E o que escrevo é demasiado específico para querer partilhar aqui. Sobre pessoas e coisas específicas. Não é assim que o costumo fazer. Não é assim que o quero fazer.
Não escrevo com nomes, por isso as histórias podiam ser de qualquer pessoa. No entanto, quem me conhece facilmente enquadrava a coisa. E para histórias corriqueiras, já basta o facebook e as suas cusquices. Por isso, tenho-me mantido um pouco quieta no meu cantinho.
Os dias são iguais a si próprios, sem grandes surpresas. Pode parecer monótono, mas é mesmo disso que preciso. Trabalho, casa. Casa, trabalho. A única coisa que agora ilustra os meus serões de maneira diferente são os jogos olímpicos. Gosto especialmente das provas de natação. E aguardo expectante pelo atletismo.
Também tenho estado emocionalmente mais tranquila. O que me permite perceber que talvez com o tempo as coisas se componham.
A minha casa está arrumada e limpa. Eventualmente, a minha mente seguirá o mesmo caminho. Gosto de olhar à volta e ver as coisas nos seus lugares. É gratificante e transmite-me calma.
Amanhã, sigo novamente rumo a sul. Está aí o festival de verão com o melhor cartaz de sempre. Pelo menos para mim. Vão ser quatro dias de praia, boa comida, descanso e muita música. Que mais se pode querer? Talvez a surpresa de estar com algumas pessoas de quem gosto. Quem sabe...

Sem comentários:

Enviar um comentário