18 maio, 2011

Turn Your Lights Down Low


Apetece-me pegar em ti e levar-te daqui. Afastar-te do que nos rodeia e ir para um lugar qualquer longe de tudo o que aqui existe. Um lugar onde não se aviste ninguém até ao horizonte e onde possamos sentir a calma necessária.
Quero baixar a luz que ofusca e o som que distorce a verdadeira natureza das coisas.
Quero dar-te a mão e ficar assim durante muito tempo, com a cabeça pousada no teu ombro, e apenas a sentir a tua respiração e os batimentos cardíacos que a acompanham.
Quero que te libertes de preconceitos e de qualquer influência exterior ou anterior. Quero que sejas tu próprio e te entregues de corpo e alma àquilo que dizes sentir.
E quero que esse mundo, só nosso, permaneça intocável, para que possamos lá voltar sempre que quisermos enaltecer o que sentimos, pois tudo o resto vem por acréscimo.
E quero que saibas que me podes encontrar aí, nesse lugar, quando te sentires perdido, quando sentires necessidade de voltar ao que te pertence, te entende e te conforta. Eu vou lá estar à tua espera...




Sem comentários:

Enviar um comentário