04 maio, 2011

Magoito After Light

Por diversas vezes durante o dia de hoje, pensei em fugir daqui. Queria afastar-me do mundo real. Queria ir ver o mar, parar um pouco e respirar fundo.

Sentiste que alguma coisa não estava bem, adiaste o que quer que fosse que tinhas para fazer e vieste-me buscar.
Entrei no carro e durante muito tempo fiquei sem saber se tinhas destino certo ou se rumavas sem direcção. Não me importei sequer. Qualquer sítio longe daqui para mim estava bom. Não sei sequer do que queria fugir, talvez apenas de mim própria.

Quando começámos a descer a colina, avistei um mar imenso à minha frente. Tão extenso que quase podia prever a curva da linha do horizonte. Para mim, aquilo teria bastado. Mas tu continuaste, pois querias mostrar-me um dos teu lugares preferidos para ver o pôr-do-sol. Chegámos tarde, mas valeu a pena.
Descemos até à praia, escolhi um spot e sentámo-nos de frente para o mar. A premência em te abraçar era mais que muita.
Ficámos ali minutos incontáveis até a noite cair. Conversamos entretidos pelos pirilampos que brincavam despreocupados e contemplámos o céu, rasgado por uma única estrela cadente.
Um dia que parecia perdido, revelou-se num momento único, que ficará na nossa memória.
Thanks for make it worthwhile!... J


Sem comentários:

Enviar um comentário